A lei da vida

 

 Certa vez, um mendigo estava andando com um prato de arroz na mão,

quando parou ao seu lado o rei daquele lugar.

O Rei pediu para o mendigo um pouco do seu arroz.

O mendigo então olhou para o rei e pensou:

– Ele pode ter de tudo o quiser.

E foi bem mesquinho.

Pegou um único grão de arroz e deu ao Rei.

O Rei, então, fechou o grão dentro da mão do mendigo

tocou seu cavalo e foi embora.

Quando o mendigo abriu a mão, levou um susto.

O grão de arroz havia se transformado em uma pepita de ouro.

Neste momento, o mendigo olhou para o prato de arroz

 e saiu correndo atrás do Rei, dizendo:

– Por favor, Majestade, pare. Eu mudei de idéia, tome mais do meu arroz.

Então o rei disse:

– Não. Você já recebeu tudo aquilo que colocou na vida, de bom grado e de bom coração.

O que se recebe da vida é aquilo que nela se coloca primeiro, nem mais nem menos.

 É a lei da vida. 

 

O que você tem colocado na vida ultimamente?
 
 
 
 

Anúncios
Esse post foi publicado em REFLEXÃO. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A lei da vida

  1. cleonice disse:

    Boa noite, Fernando! Este texto gostei muito, lindo, e nos mostra que sempre devemos dar o nosso melhor, não interessa à quem, se rico ou pobre, porque sempre temos muito a dar ao outro, e sempre devemos nos dar por  inteiro, sem mesquinharias, a vida com certeza vai ser pródiga prá nós. Obrigada pelo comentário, e obrigada pelos email, textos maravilhosos.
    beijos e uma explêndida semana prá você.
    Cleo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s