O Plantio

 Se eu não me esforço, não adianta esperar!
O mundo é pura física: “ação e reação”.
Colhemos exatamente o que plantamos,
por isso, se as lágrimas de hoje são um mistério,
basta vasculhar lá atrás as sementes que espalhamos.

Mas, assim como na horta que cultivamos,
podemos arrancar as ervas daninhas a qualquer hora,
e preparar o terreno para outra semeadura.


Também em nossas vidas,
podemos plantar as nossas melhores sementes,
podemos cuidar dos nossos sentimentos,
elevando a qualidade dos nossos pensamentos,
regando carinhosa e pacientemente nossas atitudes.

Não espere milagres!
Comece agora a sua horta.
Mãos na terra removendo a ilusão,
enxada do amor próprio para remover velhas dores, 
que estão fixas como “raízes em nós mesmos”.
E tenha paciência, esperar faz parte da sabedoria,
um pé de abacate pode demorar 5 anos para dar frutos,
mas quando começa a produzir pode durar um século.

Que a sua felicidade seja uma árvore centenária,
ainda que demore para começar a dar frutos,
que seja perene e se espalhe pelo vento,
como pólen amoroso da própria vida.
Vida que convida: 
alma querida, vem plantar amor!

 Paulo Roberto Gaefke

Anúncios
Esse post foi publicado em REFLEXÃO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s